O Criador da Arte

O Criador da Arte

O Krav Magá foi criado por Imi Lichtenfeld.

Imi (Imrich) Sedé Or (Lichtenfeld) nasceu em Budapest no dia 26 de maio de 1910 e cresceu em Bratislava.

A família Lichtenfeld foi caracterizada pela forte disciplina e pelo amor aos esportes. Seu pai, Samuel Lichtenfeld, era uma figura destacada na comunidade judaica da região. Ele lutava, fazia musculação e até ganhava a vida com um show de força em um circo local. Neste trabalho, ele aprendeu diferentes métodos de luta com as pessoas que conheceu. Mais tarde, ele se juntou à polícia como detetive e treinou muitos policiais. Samuel treinou Imi desde sua infância e criou nele o amor pelo esporte. Imi praticava vários esportes, incluindo natação, ginástica, luta livre e boxe. Em 1928, ganhou o campeonato eslovaco de luta juvenil e, em 1929, três campeonatos internacionais de boxe, luta livre e ginástica para graduados.

Em meados da década de 1930, com o surgimento de grupos fascistas e anti-semitas, a vida judaica em Bratislava mudou.

Imi tornou-se o líder incontestado de um grupo de jovens judeus que lutavam para proteger os bairros judaicos de atos de violência e vandalismo.

Em 1940, embarcou no navio de imigração ilegal Pentcho. Durante o cruzeiro, ele pulou nas águas do Mediterrâneo para ajudar uma pessoa que caiu do navio. Como resultado do acúmulo de líquidos no ouvido e devido à falta de condições médicas adequadas, desenvolveu uma grave infecção no seu ouvido. No dia 9 de outubro de 1940 o navio colidiu-se nas rochas de uma pequena ilha perto da Grécia e Imi foi enviado com outras quatro pessoas em um pequeno barco a remo para obter ajuda da ilha de Creta. Após cinco dias e em exaustão avançada, o barco a remo foi avistado por um navio da Marinha Britânica e os cinco foram resgatados. Imi e seus amigos foram levados para o Egito, onde Imi recebeu tratamento cirúrgico para a infecção que se espalhou no seu rosto também. No entanto, o tratamento não teve sucesso total e Imi ficou com a metade do seu rosto paralisado.

Logo depois, foi convocado para o exército britânico e serviu na Legião Tcheca.

Em 1942, ele finalmente chegou a Israel e se juntou à Haganá (um dos grupos de resistência que lutava pela independência de Israel) onde instruiu métodos de combate com as mãos vazias e com o uso de armas brancas. Naqueles dias, os métodos de luta ensinados eram chamados Kapap (combate cara a cara).

Com o estabelecimento do estado de Israel em 1948 e a fundação do IDF (Exército de Defesa de Israel), Imi foi recrutado para servir como Instrutor Chefe de Defesa Pessoal e Preparo Físico. Serviu no IDF por 16 anos, onde desenvolveu e difundiu o Krav Magá. Aposentou-se em 1964 e abriu sua primeira academia na cidade de Netanya.

Em seus ensinamentos, Imi enfatizou a educação para a boa civilidade, as boas maneiras, os valores, o sionismo e o amor à terra.

Imi fez questão de educar seus alunos para evitar conflitos, tanto quanto possível e enfrentar e usar o Krav Magá apenas em último recurso.

Os alunos de destaque de Imi foram: Eli Aviczar, que era seu cinturão sênior, liderando o caminho, Haim Zut, Rafi Elegressi, Haim Gideon e Eyal Yanilov, que ingressou na década de 1970.

Imi faleceu em Israel no dia 9 de Janeiro de 1998.