23/07/2020

TREINO INDIVIDUAL E TREINO MENTAL

TREINO INDIVIDUAL E TREINO MENTAL

No artigo de hoje, falaremos sobre o treinamento mental e a importância de utilizá-lo no treinamento solo. Esses pontos são muito importantes, e fazem parte de uma discussão mundial nos dias de hoje, principalmente em decorrência da quarentena causada pela pandemia do vírus Covid-19 no mundo.

Ao falarmos sobre o treinamento individual, não temos a intenção de substituir as aulas regulares ministradas por pessoal qualificado por treinos deste tipo, mas sim, fornecer um conceito valioso de treinamento que complementará essas aulas regulares e ajudará no desenvolvimento pessoal e técnico do aluno.

Nos últimos meses, nos encontramos treinando em nossas salas de estar, jardins, garagens ou em qualquer outro cômodo da casa onde encontramos espaço suficiente para nos mover e executar os exercícios. E para a maioria de nós, esses treinos foram bastante solitários. A excessão (em partes) foi daqueles que tiveram sorte, e puderam encontrar um parceiro de treino morando na mesma casa, ou para aqueles que podiam contar com a orientação on-line de seus professores ou instrutores. Independente de qual desses casos ou situações eram, o treino provavelmente foi, na maioria das vezes, uma atividade muito desafiadora. Isso ocorreu não somente pelo esforço físico envolvido no treinamento, mas também, pelo esforço mental exigido por esse tipo de trabalho. Alunos que precisam treinar técnicas de Krav Magá ou outras técnicas de defesa pessoal, tiveram que, além de executar os movimentos de forma correta, imaginar o agressor, a posição real do ataque, as distâncias, os alvos, efeitos e possíveis reações (do agressor) entre outras funções envolvidas nesse processo de treino e aprendizagem.

Para aqueles que têm mais experiência, esse processo e tipo de treino é relativamente simples. Mas para quem é iniciante ou para quem tem menos experiência na área, isso pode ser algo bastante complexo e desafiador. Não é tão difícil imaginar alguém treinando sozinho, em casa, apenas realizando uma série de movimentos, como uma máquina, repetidamente, de forma mecânica, sem que, neste processo, esteja visualizando as situações reais envolvidas no ataque sofrido, ou seja: sem treinar também o cérebro.

No treinamento individual (assim como nos demais tipos de treinos), é muito importante treinar o corpo, a técnica e a mente também. Só nos tornamos bons em Krav Magá se estivermos bem preparados em todos esses pontos: a parte técnica, física e principalmente, a mental. Podemos dizer, que um dos pontos chave, e mais importantes no treinamento individual e mental, é o que chamamos de “visualização”. Precisamos entender e visualizar o agressor, o alvo, a situação real. Imaginar o cenário e a situação para a qual estamos treinando.

A visualização é importante porque quando nossos cérebros imaginam vividamente e profundamente as coisas, em detalhes, essas situações e esses cenários eventualmente se tornam parte de nossas experiências, independentemente de terem realmente acontecido ou de estarem apenas dentro das nossas mentes. Para o cérebro, não existe diferença. Além disso, de acordo com pesquisas científicas, quando praticamos “movimentos mentais”, ou imaginamos que estamos realizando uma atividade ou exercício, nosso corpo reage à essa atividade cerebral com movimentos musculares reais, realizando micro contrações, melhorando assim nosso desempenho, tal qual quando treinamos esses movimentos da forma regular.

Artistas e atletas de alta performance no mundo inteiro, há muito tempo, usam a técnica da visualização (também conhecida como prática mental) para melhorar cada vez mais suas habilidades, acrescentando esse trabalho aos ensaios e treinos físicos reais. De fato, muitos fisiologistas e psicólogos especializados acreditam que a visualização é tão importante quanto a prática física em si, quando o objetivo é melhorar o desempenho.

Além disso, o treinamento mental cria o que podemos chamar de força mental: a capacidade de focar e pensar melhor, regular as emoções, controlar os pensamentos, e comportar-se de forma positiva. A mente controla é responsável pelo corpo. Uma mente forte pode produzir um corpo ainda mais forte enquanto uma mente fraca cria um corpo frágil. Os pensamentos que temos e criamos determinam o curso que nosso corpo vai seguir.

Como o cérebro é um músculo, ele também pode ser treinado para se tornar mais forte: e isso pode ser feito com exercícios específicos para o cérebro. O treinamento mental pode tornar o indivíduo emocionalmente mais forte e mais capaz de controlar suas reações e emoções. Podemos dizer que o treinamento para a resistência mental e emocional torna as pessoas mais confiantes, e assim, elas não têm motivos para se sentir inferiores ou incapazes de realizar grandes feitos. O treinamento mental, além de tudo, desenvolve habilidades e outros pontos essenciais utilizados nas diversas situações com as quais nos deparamos no dia-a-dia. Ele melhora o foco e a concentração. Para lidar com problemas diários e principalmente, nas situações de violência onde precisamos nos defender, é preciso que o auto controle seja forte e esteja presente. A determinação pessoal, a agressividade, a força de vontade e a persistência são algumas das qualidades necessárias para cumprir os desafios ou reagir ao perigo. A única forma de fortalecer esses pontos e devolver essas habilidades é realizando o treinamento mental.

No momento de uma agressão, ou de um confronto físico, ocorre o desencadeamento de vários sentimentos. Confiança e força mental irão proporcionar uma vantagem importante nesse cenário e apenas o treinamento adequado poderá criar uma resposta adequada e segura do corpo durante um enfrentamento. Para tomar decisões de qualquer tipo, ou executar quaisquer tarefas, quando concentrada, a mente humana naturalmente toma decisões rápidas e corretas em resposta ao estímulo recebido. Isso é feito intuitivamente, quase como um reflexo automático do corpo. Porém, a mente reage ao estímulo recebido de acordo com o treinamento realizado anteriormente, simulando a mesma condição, ou de acordo com a reação que já executou em experiências similares anteriores. Desta forma, é possível afirmar que muitas tarefas são realizadas de forma subconsciente e para que a reação ou resposta do corpo para esta determinada situação seja adequada, é preciso que o treinamento mental tenha sido previamente realizado, com a visualização da cena de uma forma completa e detalhada.

Desta forma, após analisar as pesquisas e informações, é possível concluir que o treinamento mental é essencial. Ele não pode ser ignorado ou deixado de lado, principalmente no treino individual. A visualização é uma das ferramentas mais fortes que pode ser utilizada neste processo, visto que, sem as habilidades psicológicas necessárias, não é possível, na maioria das vezes, executar as reações físicas previamente treinadas nos momentos onde elas serão mais necessárias. Não existem atalhos ou fórmulas mágicas para desenvolver as habilidades físicas e mentais exigidas em situações imprevisíveis ou perigosas, que envolvem altos riscos. Para isso, é preciso um treinamento regular, orientado por profissionais capacitados e sérios, capazes de melhorar as técnicas, os movimentos e fortalecer a mente de seus alunos, tornando-os capazes de se defender, aumentando assim as chances de sobrevivência em qualquer situação.

BIBLIOGRAFIA:

The Becoming Bulletproof Project by Tim Anderson NAVY SEAL SELF-DISCIPLINE: HOW TO BECOME THE TOUGHEST WARRIOR SELF-CONFIDENCE, SELF AWARENESS, by Jason Lopez.

Solo Training The Martial Artist’s Guide to Training Alone by Loren W. Christensen

Krav Maga – Combat Mindset & Fighting Stress: How to Perform Under Alarming and Stressful Conditions by Eyal Yanilov

The Krav Maga Expert – Mental Training to become Pure Krav Maga and Hand-to-hand Combat Expert by Boaz Aviram

The Mental Preparation Grid by IKMA Gidon System on ikmakravmaga.com